Importância das Vitaminas e Sais Minerais para o Corpo Saúdavel

Compartilhar!

As vitaminas e os minerais são nutrientes que apresentam como função, o regular o funcionamento do nosso organismo.

Antes da descoberta das vitaminas, a importância destas substâncias já era reconhecida pelos povos da China, da Grécia, de Roma e do Egito.

Mas o temo foi adotado pela primeira vez em 1911, quado a sua existência e papel preponderante na vida humana, foram evidenciados pelo biologista polonês Dr. Casimir Funk.

Desde essa altura, verificou-se que muitas doenças graves, consideradas até então como contagiosas, não passavam de doenças causadas, por carência vitamínicas, ou genericamente falando, avitaminoses.

De facto e sabido atualmente, que através delas, em doses pequenas, desencadeiam-se reações químicas vitais.

Cada vitamina permite reações específicas. Por isso, não são intersubstituiveis. Ou seja, o excesso de umas não ira compensar a carência de outra.

Outro ponto importante a reter os nutrientes

O organismo não tem capacidade para as sintetizar, de modo que e essencial que estas sejam fornecidas, através do método mais viável e corrente.

A alimentação ou suplementação.

Existem genericamente dois tipos de vitaminas, as lipossoluveis (solúveis em lípidos) e as hidrossoluveis (solúveis em agua).

A falta de vitaminas pode ser provocada por:

  • redução de ingestão;
  • pela diminuição da absorção;
  • pelas alterações da flora intestinal;
  • pelas alterações do metabolismo;
  • pelo aumento de consumo.

Veja mais detalhes no vídeo sobre 5 nutrientes básicos e essenciais

O excesso de vitaminas – hipervitaminose – pode ser a conseqüência da ingestão, ou da administração exagerada de vitaminas.

Classificação das Vitaminas

  • Hidrossolúveis
  • B1 , B2, B3, B4, B6, B9, B12, B13,B15
  • Biotina
    Ácido Pantotênico
  • Niacina ou Niacinamida, ou então, fator PP (PP de Previne Pelagra)
  • Ácido Fólico
  • C
    Bioflavonóides
  • Lipossolúveis
  • A
  • D
  • E
  • F
  • K

A Vitamina F já não é considerada como sendo uma vitamina.

A primeira vitamina descrita foi a A.

Depois, foi descoberta a vitamina B.

Seguiu-se um desdobramento:

a vitamina B era composta de diversos elementos; daí surgiram a B1, B2, B3 e, sucessivamente, mais algumas. Daí, a denominação “Complexo B”.

Os minerais são elementos obtidos a partir dos alimentos que se combinam de muitas formas para formar estruturas do corpo e regulam processos corporais.

São eles: cálcio, fósforo, magnésio, ferro, zinco, selênio, molibdênio, cobre, iodo, cromo e manganês. Não fornecem energia.

CÁLCIO (macromineral) Auxilia na contração muscular, Melhora da potência muscular
Formação dos ossos, Coagulação sanguínea
Fontes:
Leite e derivados, salmão, sardinha, semente de gergelim, amêndoa, hortaliças verde-escuras

FÓSFORO (macromineral) Diminui o cansaço, importante no Funcionamento do metabolismo do corpo
Fontes:
Gema de ovo, leite, queijo, carnes, peixes, aves, cereais de trigo integral, leguminosas

MAGNÉSIO (macromineral) Antioxidante Evita o cansaço, Auxilia na contração muscular;
Fontes:
Verduras, leguminosas, cereais e pão de trigo integral, carnes, aves, peixes e ovos

ZINCO (micromineral) Antioxidante Aumenta a imunidade, Evita o cansaço
Fontes: Carnes magras, iogurte, gérmen de trigo, levedura de cerveja, frutos do mar (ostras e mariscos), cereais, espinafre, cogumelos, sementes de girassol.

FERRO (micromineral) Transporta e armazena o oxigênio Evita o cansaço
Fontes:
fígado, carne bovina, gema de ovo, frutos do mar (camarão), vegetais verdes escuros, lentilha, ervilha

SELÉNIO (micromineral) Antioxidante (protetor das membranas celulares)
Fontes:
Castanha, aves, frutos do mar, cebola, alho e cogumelos

CRÓMIO (micromineral) Anabólica (aumento da síntese proteica) Auxilia a insulina no metabolismo da glicose
Fontes:
Levedura da cerveja, produtos à base de grãos integrais, fígado, queijo

POTÁSSIO (eletrólito) Evita câimbras relacionadas ao Acido Láctico, Regula o equilíbrio de líquidos corporal Promove o funcionamento do músculo e do metabolismo principalmente do desempenhos esportivo.
Fontes:
tomate, laranja, banana, abacate, frutas cítricas e secas, água de coco e produtos